Procon de Lindolfo dá dicas para quem vai trocar presentes no final de ano

Comércio fica aquecido com substituição de presentes (Créditos: Felipe Faleiro)

Lindolfo Collor – Passado o Natal e celebrações de amigo secreto, para muitos é hora de trocar os presentes. Seja por eventualmente não haver servido, no caso de roupas, ou mesmo não ter agradado, o certo é que o comércio se mantém aquecido neste período.

Segundo a coordenadora do Procon de Lindolfo Collor, Veridiana Martins de Souza, não há motivo para preocupação, mas é importante tomar alguns cuidados. De acordo com ela, a primeira dica é verificar se a loja na qual o produto foi adquirido realiza trocas.

“Notas e cupons fiscais devem ser guardados, e etiquetas devem ser mantidas em peças de vestuário, pois é necessário a apresentação se houver necessidade de troca”, afirma Veridiana.

Leia também:

Prazos

De acordo com a coordenadora, em caso de o produto apresentar defeitos e não for possível reparo dentro do prazo de 30 dias, o consumidor poderá optar pela troca do produto, devolução do dinheiro ou abatimento proporcional do preço em uma nova compra.

Em situações mais específicas, como compras feitas pela Internet, catálogos ou pelo telefone, Veridiana afirma que o consumidor pode desistir da aquisição ou trocar o produto em um prazo de sete dias a contar do recebimento do mesmo.