Prefeito esclarece sobre sede do Corpo de Bombeiros de Ivoti

Prefeito informou que pediu ajuda do Estado para comprar a sede dos Bombeiros de Ivoti (Créditos: Prefeitura Ivoti)

Ivoti – Uma nova polêmica se instaurou nos bastidores da política. Ao postar nas redes sociais que o Corpo de Bombeiros Misto poderia fechar, o vereador Márcio Guth (MDB) trouxe o assunto à tona. A administração municipal explicou a situação.

De acordo com o prefeito Martin César Kalkmann (PP), o proprietário da casa onde os bombeiros estão decidiu vender o prédio. Martin explicou que a Prefeitura não tem recursos próprios para comprar o local, neste momento.

Por conta disso, encaminhou um pedido ao governador Sartori e ao secretário de Segurança Pública do Estado, Cezar Schirmer e ao comandante geral do Corpo de Bombeiros, Cleber Pereira, para um auxílio ao município. Martin garantiu que conversou com a comandante da unidade local, 1º sargento Deise Luciane Costa de Oliveira Tecca. “Sempre trabalhamos com diálogo e planejamento. Dessa forma, o proprietário da área onde os Bombeiros está nos procurou para informar que deseja vender o prédio e por isso, repassamos a proposta ao Estado, pedindo para auxiliar o Município a garantir a sede própria”, explicou.

O QUE O MUNICÍPIO PAGA

Atualmente, o Poder Público de Ivoti custeia o aluguel da corporação, de R$ 1,5 mil por mês. Além disso, custeia também o auxílio-permanência (de R$ 4 mil por mês), contas de luz, água, internet, seguro, cedência de dois funcionários concursados e dois estagiários.

Martin também comentou sobre isso. “Queremos encontrar meios de economizar sem afetar a boa prestação do serviço. Toda função pública é importante e respeitamos cada pessoa que integra o setor público, mas também temos a responsabilidade de conduzir a gestão com diálogo e planejamento”.

POST DO VEREADOR

Nas redes sociais, Márcio Guth postou:

“Chegou ao nosso conhecimento que o Prefeito Municipal, Martin Kalkmann deu prazo de 30 dias para o Governo do Estado decidir se compra o prédio onde a Corporação está instalada, ou se entrega as instalações de volta aos proprietários. Executivo diz não ter condições de manter as despesas com o Corpo de Bombeiros (aluguel, água, luz, internet, auxílio permanência, seguro de vida dos voluntários e dois servidores municipais cedidos à Corporação). Qual sua opinião sobre esse assunto? Comente e ajude nosso Município a não perder está importante conquista que foi o Corpo de Bombeiros”.

Leia também: 

Caminhão “abandonado”: um curioso patrimônio do bairro Jardim Panorâmico, em Ivoti

Moradores questionam plantio de árvore no Centro de Ivoti