Multa por rastro de esterco soma quase R$ 12 mil em Dois Irmãos

Funcionários da prefeitura lavando as ruas em Dois Irmãos Cred. Leonardo Boufleur

Dois Irmãos – O motorista que deixou rastro de esterco de galinha por diversas ruas do município na semana passada e a empresa que o contratou foram multados e o valor total soma quase R$ 12 mil. O motorista recebeu a multa total de R$ 10.061,73 por deixar o rastro de esterco na cidade e pelos gastos da prefeitura com a limpeza nas ruas (R$ 7.906,00 pelo rastro e R$ 2.155,73 pela limpeza) e a empresa também recebeu a multa de R$ 2.155,73 por não emitir o manifesto de transporte de resíduos.

O caminhão saiu de um aviário de Morro Reuter. Inclusive, este é o aviário que ocorreu o mesmo problema em Dois Irmãos no ano passado, quando outro caminhão também buscou o esterco  em Morro Reuter e deixou rastro em Dois Irmãos. O caminhão começou a passar pela BR-116 e entrar em Dois Irmãos por volta das 15h30 de quarta-feira, dia 2. Em uma ação conjunta da Secretaria de Saúde, dos departamentos de Meio Ambiente e Vigilância em Saúde e da Brigada Militar, o caminhão que carregava o material foi detido no bairro Navegantes. O motorista foi autuado e escoltado até seu destino, que era Sapiranga.

LIMPEZA NÃO ACABOU COM CHEIRO IMEDIATAMENTE

Funcionários da Secretaria de Serviços Urbanos tiveram que parar suas funções e lavaram as ruas da cidade. Na BR-116, a lavagem da pista foi feita pelo Corpo de Bombeiros, que precisou utilizar 6 mil litros de água para conseguir remover o esterco. A camada tinha cerca de sete centímetros e, além do fedor insuportável, havia risco de acidentes de trânsito. O trânsito foi controlado por policiais e o trabalho de lavagem durou cerca de hora na rodovia. Muitos motoristas também tiveram que lavar seus carros ao chegar em casa. O cheiro na cidade só passou após a chuva de quinta-feira. No ano passado, aconteceu a mesma situação e o motorista também foi identificado e autuado.

DENUNCIE

A Secretaria de Saúde alerta os moradores que flagrarem este tipo de ação devem acionar as autoridades competentes. As denúncias podem ser feitas nos seguintes telefones: Meio Ambiente – telefone 3564-8817, Vigilância em Saúde – 3564-7472 ou Brigada Militar – 190, informando o número da placa do veículo.