Ministério Público quer que Borracheiro esclareça sobre pagamento do 13º

Borracheiro é o presidente da Câmara de Ivoti (Créditos: Ana Veiga)

Ivoti – O Ministério Público, por meio da Promotoria do município, vai instaurar uma notícia de fato sobre o ofício que autorizou o pagamento do 13º salário aos vereadores. O órgão também afirmou que vai pedir esclarecimentos ao presidente da Câmara, Alexandre dos Santos (Borracheiro-PP), sobre o documento.

Quem também se pronunciou foi o Ministério Público de Contas, que confirmou, por meio de sua assessoria, a instauração de “expediente específico” para examinar o ofício. A determinação foi do Procurador-Geral do órgão, Geraldo Costa da Camino. O MPC está vinculado ao Tribunal de Contas do Estado (TCE-RS).

O documento circulou no final de novembro na Câmara ivotiense mesmo sem projeto em tramitação, e sete legisladores assinaram para receber o 13º salário. Apenas Cleiton Birk (Pires-PP) não assinou. Borracheiro, atual presidente, autorizou o pagamento.

Leia também: