Mais um projeto pioneiro em Morro Reuter: leitura para grávidas

Morro Reuter – A Prefeitura lançará mais um projeto pioneiro, durante a 25ª Feira do Livro. A cidade, que já foi premiada por inúmeras ações de incentivo à leitura, desta vez se preocupa em estimular o hábito de ler, mesmo antes de nascer! O projeto LEITURA PARA GESTANTES é um programa de incentivo à leitura que envolve atividades interativas e formativas para gestantes, na Biblioteca Pública Municipal Erico Verissimo, de Morro Reuter. O projeto será lançado dia 10/11, às 14h, durante a Feira do Livro de Morro Reuter. Para 2019, estão previstos um grupo para primeiro e outro para o segundo semestre, cada um com até 20 gestantes. As gestantes que residem em Morro Reuter e tiverem interesse em participar devem entrar em contato com a Secretaria de Educação, com a Biblioteca Pública ou com as Agentes Municipais de Saúde.
O projeto, que é uma parceria entre a Secretaria de Educação e Cultura e a Secretaria de Saúde, Assistência Social e Meio Ambiente, atenderá as gestantes acima de 20 semanas de gestação. Elas participarão de cinco encontros, com duas horas de duração cada, no espaço da biblioteca. Os encontros serão no formato de oficinas, divididas em três focos de trabalho: biblioterapia e prática de leitura, contação de histórias e encontros formativos sobre a importância da leitura durante a gestação, qualidade de vida no pré-natal e após o nascimento. Os objetivos são fomentar saúde na gestação através de práticas de leitura, disseminar informação sobre gestação e qualidade de vida na primeira infância, e promover a conexão das mães com os bebês através da leitura e da contação de histórias. ‘A relação mãe/filho, sustenta-se no exemplo. Se queremos filhos leitores, precisamos incentivar mães e pais a lerem’, reforça a prefeita Carla Chamorro.
A psicóloga da Alessandra Strauss Niederauer, que coordenará o projeto, juntamente com o bibliotecário Glauber West Ferreira, explica que a partir da 20ª semana de gestação, o bebê passa a ouvir e ser estimulado pelos sons de fora da barriga. É a fase onde a mãe pode começar a estreitar os laços e despertar no bebê o prazer de escutar sua voz. Existem diversas formas de incentivar os filhos antes do nascimento: ler para o bebê que ainda se encontra em formação é mais uma prática que reforça o vínculo entre pais e filhos. Ela destaca que o importante é a cadência da voz durante a leitura, que acalma ao mesmo tempo em que estimula. No útero, o bebê é apenas ouvinte, mas sabe-se que, acostumar a criança a ouvir os pais lendo – e reservar um tempo do dia para isso – é fundamental desde a gestação. É semelhante à música: não importa o entendimento da história, o essencial é oportunizar a rotina de ler.
O projeto contará com profissionais qualificados, que atuarão no desenvolvimento dessa prática, ao longo do período gestatório. Uma equipe multidisciplinar, formada por profissionais da área da leitura e da saúde, reúne conhecimentos técnicos que potencializam a realização de uma atividade direcionada ao desenvolvimento dos benefícios da leitura na gestação.
*Programa piloto será dividido em cinco encontros, entre novembro/18 e janeiro/19:

1º encontro – Apresentação do projeto e oficina de biblioterapia, com contadora de história.
2º – Oficina sobre cuidados com bebês com a consultora em aleitamento materno.
3º – Oficina sobre os benefícios na relação mãe e bebê com psicólogo.
4º – Oficina sobre cuidados com bebês com a consultora em aleitamento materno.
5º – Oficina de biblioterapia e confecção de livros artesanal e fechamento