‘Fala agressiva”, define prefeito de Ivoti sobre crítica de vereador

Prefeito de Ivoti falou ao programa Sala de Espera sobre as críticas que recebeu (Créditos: Ana Veiga)

Ivoti – A frase ‘levantar a bunda da cadeira’, dita pelo vereador Márcio Guth (MDB), ao Poder Executivo, atingiu em cheio ao prefeito Martin Kalkmann (PP). Ele deixou claro que a fala foi agressiva e pediu mais respeito. 

Em entrevista à Rádio Ivoti, ele disse que até familiares chegaram a ligar para saber o que estava acontecendo. “Algumas coisas têm que acontecer de forma respeitosa. Minha família mora aqui. Alguns não, mas acompanham pelo jornal. No caso da minha mãe é o filho dela que é o prefeito. Muitos me ligaram e a gente tem que dar explicações para a família de uma fala bem agressiva. Me senti constrangido e chateado”, definiu.

DIÁLOGO

O prefeito deixou claro que sempre prega o diálogo com toda a comunidade, incluindo os vereadores. Ele lembrou que a partir das 15h, nas segundas-feiras, o gabinete fica totalmente disponível aos legisladores. “Sempre abri o gabinete para o diálogo e tirar as dúvidas.

Essa fala não constrói nada. O que mais precisamos no momento de dificuldade financeira é que gente construa junto. O prefeito sozinho não vai conseguir fazer a cidade, a gente precisa da comunidade, empresários, associações e vereadores.”, disse ele.

O QUE DISSE O VEREADOR 

Tudo começou quando o vereador Jânio Droval (Russo – PDT) pediu que a Prefeitura conceda um plano de saúde aos servidores. Ao concordar com o pedido, Márcio Guth aproveitou para criticar a administração. “Inclusive tem muitos municípios que já têm. É só levantar a bunda da cadeira e ir atrás e ver como eles fizeram, é tão fácil. A gente passa vergonha. Ivoti tá atrasado”, disse ele. 

Leia também: 

‘Levantar a bunda da cadeira’ e Ivoti atrasado: as críticas do vereador Márcio ao Executivo

Polêmica na Câmara: vereadores de Estância Velha discutem na tribuna