Câmara de Lindolfo reprova aumento da taxa de lixo

Câmara de Lindolfo reprovou o projeto do Executivo (Créditos: Cândido Nascimento)

Lindolfo Collor – Os vereadores reprovaram a iniciativa do Poder Executivo que previa um aumento no pagamento da taxa de lixo. O projeto estava tramitando no Legislativo desde dezembro de 2018. Se fosse aprovado, o reajuste só valeria para 2020.

Na votação, apenas Alcírio Wiedthauger (PP) ficou favorável ao projeto do Executivo. Votaram contra: Diogo Lopes da Silveira (PTB), Arno Müller (MDB), Marcos Schumann (PRB), Rejane Amaral (PTB), Gilnei Prass (PP), Ademir Rader (Dino – PT) e Alcides de Quadro (PT). Se votasse, o presidente Márcio Cardoso (MDB) disse que seria contrário ao aumento.

CRÍTICAS 

Na justificativa, o vereador Arno Müller (MDB) disse que a taxa de lixo vai receber, automaticamente, um reajuste por causa do índice do IPCA que é corrigido no início do ano.

O vereador Diogo Lopes da Silveira (PTB) concordou com o colega. “O Poder Executivo deve buscar outras alternativas que possam visar a redução na defasagem na coleta de lixo e não tentar onerar o nosso povo”, disse.

O presidente Márcio Cardoso (MDB) fez críticas mais fortes ao prefeito Wiliam Winck (PP). Na visão de Márcio, parte do recurso público está sendo mal administrado. “Já tivemos aumento da água, da iluminação pública, retiraram o aumento do IPTU que seria mãozada no bolso. E agora essa de 11%. Projeto que não vem em boa hora, pois a população não pode pagar por uma licitação que foi exagerada”, falou.

Leia também: 

IPTU de Lindolfo Collor não terá aumento em 2019

Identificada vítima do acidente no pórtico de Estância Velha, nesta manhã