Após polêmica, exposição do Acampamento Farroupilha será modificada

(Crédito: Estevão Pires/RBS)

Porto Alegre – Um dos piquetes do Acampamento Farroupilha em Porto Alegre promoveu uma exposição chamada “Senzala”, a ideia era reproduzir o ambiente onde os negros escravos viviam durante a revolução Farroupilha. Com manequins em troncos, instrumentos de açoite e outros artefatos que lembravam a escravidão, o local estava aberto a visitação desde o dia 7.

A exposição não foi bem recebida pelo público nas redes sociais e, após manifestações contrárias de integrantes do movimento negro e da Diretoria de Turismo, da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, o piquete Aporreados do 38 decidiu modificar o local.

Agora a ideia é modificar a exposição para reabri-la. Os manequins serão vestidos com as roupas dos Lanceiros Negros, grupo que ajudou na Revolução Farroupilha. Além disso, cartazes explicando o período.

LEIA TAMBÉM

Rapaz esfaqueado em assalto conseguiu ligar para a avó. Ele segue internado

Briga de casal termina com duas casas incendiadas, em Novo Hamburgo

Um começo lamentável para a Semana Nacional de Trânsito